17 de jul de 2013

Benzimento


Pratica das mais antigas também conhecida como rezar… as rezadeiras ou benzedeiras… muitas vezes eram o pronto socorro das crianças e de toda a família onde a assistência médica era precária e acessível apenas aos privilegiados financeiramente.

Hoje em dia essa prática quase não mais existe, nas grandes cidades, mas em interiores ainda há um número muito grande de benzedeiras.
E como é o mecanismo das benzeduras? É dom? São pessoas mediunizadas, médiuns, dotadas de capacidades especiais ?
O benzedor é a pessoa que movimenta forças curadoras em favor de outrem, descrever o benzimento é o mesmo que descrever a positividade do bem.
A força do benzimento está na vontade firme de se fazer o bem, pois através da vontade no bem, criamos um campo fluídico cheio de magnetismo benéfico , repleto de agentes restauradores de forças e energias gastas, que ao serem repostas, atuam na reparação dos males que se instalaram.

BENZER É TAMBÉM LIMPAR OS FLUIDOS NOCIVOS


 Existem um grande número de senhoras, chamadas benzedeiras, que aplicam passes em crianças recém-nascidas que apresentam uma contaminação fluídica, popularmente chamada “quebranto” ou “mau olhado”.
 
O problema da criança acontece quando pessoas adultas, que possuem uma atmosfera fluídica mal sã, ficam com a criança no colo por muito tempo. A energia ruim que circunda a pessoa contamina a atmosfera espiritual da  Isso deixa o bebê irritado, prejudica o seu sono e em certas situações pode causar desarranjos orgânicos.

Depois de alguns benzimentos, normalmente a criança afetada volta à sua normalidade.
Nada se faz demais, a não ser derramar o fluido salutar sobre a atmosfera malsã da criança, limpando-a dos fluidos nocivos.
Os benzedores enfeixam as energias que flutuam no ambiente onde eles atual e projetam sobre os enfermos, cujo êxito de cura depende da maior ou menor receptividade psíquica dos mesmos.

O benzedor, age à maneira de um condensador vivo dos maus fluidos alheios, espécie de imã da sujeira do próximo. O benzedor atrai o “mal” para si ou para seus objetos/plantas.

É comum as benzedeiras usarem instrumentos como condensadores dos fluidos nocivos das pessoas. Geralmente é um copo com água, ervas como arruda, guiné, alecrim (muito usada para crianças), aroeira, terços, e outros apetrechos herdados do misticismo de catolicismo popular.

Os benzedores afirmam que estão “limpando” o paciente, mas na verdade o que fizeram foi agir com o pensamento, atraindo o fluido nocivo para a sua própria atmosfera psíquica ou para os objetos usados/plantas no benzimento que funcionam como captadores destes fluidos.

É TUDO UMA QUESTÃO DE MOVIMENTAÇÃO DE ONDAS RAIOS, VIBRAÇÕES E FREQUÊNCIAS ENERGÉTICAS.

Embora a medicina oficial considerar superstição a terapêutica exótica do benzimento, em verdade, ele chicoteia e desintegra os fluidos virulentos que nutrem os vírus de certas infecções. Como o eczema, o cobreiro entre outras infecções características da epiderme, que se alastram de forma eruptiva. Sob o comando espiritual do benzedor, a aura etérica dos vegetais tóxicos e queimantes, como a pimenteira-brava, atua no fluido mórbido e ardente do eczema ou cobreiro, desintegrando-os pelos impactos magnéticos e os absorve. Extinto o terreno doentio fluídico, que alimentava os germens infecciosos, estes então desaparecem por falta de nutrição apropriada. Após o benzimento, em que o galho da pimenteira-brava absorve o fluído doente do cobreiro ou eczema, o benzedor manda o paciente enterrá-lo, o qual, à semelhança de um “fio-terra”, descarrega no solo a carga tóxica ali aderida.

UTILIZAÇÃO DE GALHOS DE ARRUDA OU DE OUTRAS ERVAS OU OBJETOS AJUDAM NO BENZIMENTO?

O dom ou a faculdade de curativa é inerente ao benzedor, a preferência por certo objeto, erva, ou certa gesticulação, serve-lhe de catalizador do próprio benzimento. Varia de uma benzedeira para outra, quanto ao uso de certos ingredientes ou sistema de operar.
Encontramos a Preta Velha que benze utilizando-se de galhos de arruda, ou palha benta, esconjurando os fluidos ruins e fazendo cruzes sobre o paciente;
Também encontramos outras benzedeiras que usam de rosário, escapulário, talismã ou bolsinha de oração;
E ainda outras que benzem cruzando o corpo do enfermo com objetos de aço para atrair os maus fluidos, cujos objetos depois ele os lança na água corrente.
Algumas benzedeiras cortam fios de linhas sobre pires de água para eliminar vermes das crianças; Outras benzem com fragmentos de carvão fazendo a diagnose do paciente conforme o comportamento dos mesmos no líquido;
Nos terreiros, os pretos velhos sopram fumaça do cachimbo ou do charuto sobre os enfermos, para limpas as cargas malévolas.

QUEM PODE SER UM BENZEDOR?

 Todos nós estamos impregnados de forças curativas e poderíamos operar verdadeiros milagres.
Diante da dor alheia, não hesites na prática da mediunidade curadora, pois todo gesto de bondade inspira o concurso dos benfeitores espirituais.
A mediunidade de cura se expressa na palavra amiga que consola e estimula; no gesto fraterno que ampara e reconforta; no passe magnético que restaura as energias fisio-psíquicas desgastadas; e na fluidificação de água cristalina que se converte em energia medicamentosa para enfermos do corpo e da alma.
Não achemos que curadores sejam apenas alguns indivíduos predestinados.
Curar com Jesus é um simples ato de amor, espontâneo e acessível a todos os homens de boa vontade.
 
Claro que necessitamos de algumas condições básicas:
*Coração puro, livre de sentimentos maus;
*Ter a mente pura, livre de
pensamentos maus;
*Desejo sincero de ajudar.
 
Benzer significa tornar Bento ou Santo.

 É uma prática muito antiga a muitas culturas, mas aqui no Brasil ganhou força no período da colonização junto aos imigrantes que chegaram.
Vale lembrar que os próprios Índios aqui já estabelecidos praticavam seus rituais de cura dentro de um conjunto de orações no seu próprio dialeto.
No quadro dos colonos tínhamos duas classes predominantes no Benzimento:
As parteiras e os benzedeiros.

 O Benzimento se dá no conjunto de rezas, na formulação de garrafadas, seja de proteção ou de dosagem, existem Benzimento para proteção de casas, crianças, animais de estimação, plantas, proteção do corpo e de espírito.
Para um bom Benzimento não existe hora e nem lugar, não importa o dia e nem a Lua.
Não é preciso ser médium nem ter nenhum tipo de pré-requisito além da vontade de ajudar ao próximo.
O Benzimento se aprende dentro de uma tradição na qual quem sabe e foi preparado ensina quem precisa, independente de crença ou religião.
Sendo assim o Benzimento é livre a qualquer pessoa que queira aprender.

Como se produz o efeito benéfico nos tradicionais benzimentos de quebranto das crianças?

Ramatís: As criaturas que praticam os benzimentos são verdadeiros transformadores vivos, pois dissolvem o fluído do mal olhado ou da projeção mental a distância e malevolamente incrustados na aura das crianças. Elas se ajustam muito bem no conceito dinâmico recomendado por Jesus:

“Quem tiver fé como um grão de mostarda, removerá montanhas”

Em face da maldade predominante ainda no mundo primário terreno pelo entrechoque dos piores sentimentos de raiva, ódio, ciúme, perversidade e orgulho, o benzedor é um “oásis” no deserto escaldante do sofrimento humano! Ele cura bicheiras, levanta quebranto, alivia epilépticos, afasta mal olhado, acalma vermes, reza responso para descobrir aves e animais perdidos, defuma residências enfeitiçados, limpa a aura das criaturas contaminadas por maus fluídos, expulsa o azar da vida alheia, benze eczemas e impingens, conserta espinhela e arca caída de crianças recém-nascidas, benze de inveja ou de susto, faz simpatias que derrubam verrugas ou calos.

Mais vale a preta velha com galho de arruda, cheia de crendices e superstições invocando “Nosso Sinhô Jesus Cristo” para benzer o próximo e livrá-lo dos fluidos ruins, do que ALEXANDRE, CÉSAR,GÊNGIS KHAN, NAPOLEÃO, HITLER e todos os comandos militares do mundo, que esfrangalham corpos sadios e jovens, derramando sobre a face da terra o sangue generoso dos homens!

Mil vezes o inofensivo benzedor, humilde e analfabeto, que ajuda o homem desventurado a viver, do que o cientista, o general ou o líder político, que destroem a juventude do mundo sobre o massacre hediondo da guerra.

O caboclo inculto, pobre e ingênuo, prolonga a vida do próximo, enquanto as elites dominadoras do mundo, povoam os cemitérios de corpos trucidados. Felizes dos que se curvam ao benzimento supersticioso, que lhes ameniza a existência atribulada, do que aqueles que se subordinam ao gênio cientifico, que aperta um botão eletrônico e liquefaz milhares de criaturas sob o fogo desintegrador da bomba atômica!

Livro: MAGIA DE REDENÇÃO – Psicografado por HERCILIO MAES

5 de jul de 2013

Oração aos Pretos Velhos


Preto Velho
Carreteiro de Oxalá
Bastão bendito de Zâmbi
Mensageiro de Obatalá


Meu pensamento eleva-se ao teu espírito e peço Agô.
Que tuas guias sejam o farol que norteie minha vida,
Que vossa pemba trace o caminho certo para todos os meus atos,
Que vossas palavras, tão cheias de compreensão e bondade, iluminem minha mente e meu coração,
Que teu cajado me ampare em meus tropeços.


Ontem te curvastes aos senhores…
Hoje, ajoelho-me aos teus pés pedindo que intercedas junto a Oxalá por mim e por todos que neste momento clamam por vós.
 
Maleime e paz sobre meu lar e que a luz divina de Obatalá se estenda pelo mundo,
E que o grito de todos os orixás sejam o sinal de vitória sobre todas as demandas de minha vida.


Maleime as almas.

Maleime para todos os meus inimigos, para que saiam do negrume da vingança
E encontrem fonte fecunda e clara do amor e caridade.
 
Amém!
 

Oração ao Anjo da Guarda



 
Espíritos esclarecidos e benevolentes, mensageiros de Deus,
que tendes por missão assistir os homens e conduzi-los pelo bom caminho,
sustentai-me nas provas desta vida; dai-me a força de suportá-las.
Esclarecei a minha consciência com relação aos meus defeitos e tirai-me dos olhos o véu do orgulho, capaz de impedir que os perceba e confesse a mim mesmo.
 
A ti sobretudo (nome do anjo), meu anjo da guarda,
que mais particularmente velas por mim,
e a todos vós, espíritos protetores, que por mim vos interessais,    
peço fazerdes que me torne digno da vossa proteção. Conheceis as minhas necessidades: sejam elas atendidas segundo a vontade de Deus.
 
Amém!

Oração a São Francisco de Assis


Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
 
Ó Mestre, fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido,
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe
é perdoando que se é perdoado
e é morrendo que se vive para a vida eterna..
 

Oracão a Xangô I

 
 
Kaô meu Pai, Kaô Ô Cabecilê Obá!

 O Senhor que é o Rei da Justiça,
 faça valer por intermédio de seus doze ministros,
 a vontade Divina,

 Purifique minha alma na cachoeira.

 Se errei, conceda-me a luz do perdão.

 Faça de seu peito largo e forte meu escudo,
 para que os olhos de meus inimigos não me encontrem.
 Empresta-me sua força de guerreiro,
 para combater a injustiça e a cobiça.

 Minha devoção ofereço.
 Que seja feita a justiça para todo o sempre
 É meu Pai e meu defensor,
 conceda-me a graça de receber sua Luz
 e de receber sua proteção.

 Kaô meu Pai, Kaô Ô Cabecilê Obá! Poderoso Orixá de Umbanda,
 Pai, companheiro e guia.

 Senhor do equilíbrio e da justiça.
 Auxiliar da Lei do Carma,
 Tu que acompanhas pela eternidade, todas as causas, todas as defesas, acusações e 
 eleições, promanadas das ações desordenadas, ou dos atos impuros e benfazejos que
 praticamos.

 Senhor de todos os maciços, pedreiras e cordilheiras, símbolo e sede da tua atuação   
 planetária no físico e astral.

 Soberano Senhor do Equilíbrio e da equidade,
 Velai pela fortaleza de nosso caráter.

 Ajuda-nos com tua prudência.
 Defende-nos das nossas perversões, ingratidões, antipatias, falsidades, incontenção  
 da  palavra e julgamento indevido dos atos dos nossos irmãos em humanidade.
 
Só Tu és o grande Julgador!

 Kaô Ô Cabecilê Obá meu Pai Xangô!

Oração a Xangô


Poderoso orixá de umbanda,
Pai, companheiro e guia.
Senhor do equilíbrio e da justiça.


Auxiliar da lei do carma,
Só tu tens o direito de acompanhar pela eternidade,
Todas as causas, todas as defesas, acusações e eleições,
Promanadas das ações desordenadas, ou dos atos impuros e benfazejos que praticamos.

Senhor de todos os maciços e cordilheiras,
Símbolo e sede da tua atuação planetária no físico e astral.
Soberano senhor do equilíbrio, da equidade,
Velai pela inteireza do nosso caráter.

Ajude-nos com sua prudência.

Defenda-nos das nossas perversões,
Ingratidões, antipatias, falsidades,
Incontenção da palavra e julgamento indevido dos atos
Dos nossos irmãos em humanidade
Só tu és o grande julgador.
  

Oração a Cosme e Damião


Amados São Cosme e São Damião,
Em nome do Todo-Poderoso
Eu busco em vós a bênção e o amor.

Com a capacidade de renovar e regenerar,
Com o poder de aniquilar qualquer efeito negativo
De causas decorrentes
Do passado e presente,
Imploro pela perfeita reparação
Do meu corpo e
Dos meus filhos
(.....................nome dos filhos..................)
E de minha família.

Agora e sempre,
Desejando que a luz dos santos gêmeos
Esteja em meu coração!
Vitalize meu lar,
A cada dia,
Trazendo-me paz, saúde e tranqüilidade.

Amados São Cosme e Damião,
Eu prometo que,
Alcançando a graça,
Não os esquecerei jamais!
Assim seja,
Salve São Cosme e Damião,
Amém!

[Ao alcançar a graça, fazer um bolo ou oferecer uma festa às crianças de rua, orfanatos ou creches.]